CRÔNICAS DE UM COTIDIANO INFELIZ

Estava eu no ônibus a caminho da faculdade, nem estava assim tão lotado, estava concentrado em ficar distraído. Eis que o ônibus para e alguém sobe, entra uma pessoa do tamanho de uma cama king.Ela parou na roleta e pensou por alguns minutos “será que vai…

será que eu passo…” e passou pela roleta de forma sobrenatural que a física não explicaria.

Percebi que ela caminhava em minha direção, nos meus mais inocentes devaneios pensei, “não ela não vai sentar aqui.., e ela se aproximava, senti meu coração bater mais forte, rapidamente olhei para ônibus procurando um lugar vago, na vã esperança que ela sentaria por lá, o bancos estavam terminando e meu desespero aumentando, comecei a rezar, olhava pra frente e lá estava cada vez mais perto, suava frio, pensando no trajeto cheio de curva se antes que eu pudesse perceber ou sequer me preparar fui esmagado sem dó nem piedade, resumido a uma fatia de queijo fatiado, entre o vidro de um lado e a geração “mclanchefeliz” no outro. A questão foi que ela se preparou pra sentar e aquilo não foi sentar, numa #putafaltadesacanagem a moça morreu no banco que nem um elefante abatido, ignorando totalmente minha presença, me senti ou melhor não sentia mais nada só meu pequeno corpo prensado no vidro para uma viagem de 40 minutos, contados a cada minuto a cada segundo com desespero e agonia, com a morte a vista a cada curva.

O mal humor do elefante branco estava estampado com uma cara que pediu 2 picanhas e lhe serviram alface, exalava ódio e frango frito daquela pessoa, se ela fosse simpática rolaria até uma cantadinha, se era pra sofrer, que pelo menos fosse divertido, mas eu só conseguia pensar em:

“E aí rola? Sim? Então deita que eu te empurro!”

“Queria tirar uma foto sua. Pena que eu não tenho um satélite.”

E a melhor de todas: “Você tem fogo? Sim? Então cospe, dragão!”

Afinal paquerar é tudo nessa vida. Cantadas são minhas especialidade, principalmente as mais esdrúxulas. Paquero o tempo todo, principalmente comigo mesmo…afinal quem vai dar atenção a um NERD magrelo com os cabelos bagunçados (nem o objeto cilíndrico de grande porte deu, só quando quase me matou na ultima curva…)

A primeira coisa que faço no meu dia é dar uma piscada p mim mesmo em frente ao espelho, sou ótimo em me conquistar! É entusiasmante, todos deveriam experimentar(principalmente a “assassina” do ônibus, quem sabe assim ela não seria mais simpática e emagrecia também). Entusiasmo é necessário na vida.

Então vamos viver essa vida sem arrependimentos, com sorrisos no rosto enquanto temos dentes, camisinhas no bolso e tentar sobreviver a próxima viagem de ônibus

By @dimorales com participação @cariocaesteves

Obs. somos contra qualquer tipo de preconceito.


Anúncios

11 Comentários

Arquivado em Humor

11 Respostas para “CRÔNICAS DE UM COTIDIANO INFELIZ

  1. Mineiro

    Numa boa? Tem futuro!

  2. Numa boa? Tem futuro!²

    euri. OSKASOASKASOAS Ja passei por isso, e sinto que no caminho que estou caminhando rs.. Logo mais, eu vou ser o gordo da roleta! rs

    Continue!

  3. Willian

    Rir enquanto temos dentes… \o

  4. intaão é assim que vcs se sentem quando eu sento do lado de vcs no onibus…
    hauhauahuahuahuahuhau
    Zuzu muito bom… ^^

  5. TIO CHICO

    huuhkahahukuaua Muito foda Di, ri demais kra hukahukak continue com os posts!!!

    TIO CHICO

  6. Diego

    AUHEAEUHAEHUAHE
    mt bom

  7. se dar mal na vida é ter histórias p contar.Agradeça a senhorinha!rs

  8. Daiane Mattos

    Pior é quando se tem lugar vazio no ônibus e mesmo assim sentam ao teu lado. kkkkkkkkkkkk
    Acho q eu tenho tendência em atrair pessoas gigantes pra sentar ao meu lado no ônibus HAHA

    mt bom o post

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s